feliz pascoa na gaspoint

inc_menu

Ver nosso registro no site do INMETRO

Veja aqui nosso registro no INMETRO

.::Comparativo entre os kits GNV

menos moderno <------ Comparação entre os kits ---->mais moderno
 
2ª geração
3ª geração
3ª geração
5ª geração
5ª geração
Kit
BRC MY11
Tipo
Aspirado tradicional não-gerenciado
Aspirado tradicional gerenciado
Aspirado tradicional gerenciado
Injetado, pressão positiva, multisequencial
Aplicação
motores carburados ou injeção antigos (até 1996)
a maioria dos motores com injeção eletrônica e obrigatório a partir de 1997
a maioria dos motores com injeção eletrônica e obrigatório a partir de 1997
qualquer motor injeção multiponto, inclusive motores complexos com turbo, eletrônica embarcada, coletor variável, transmissão automática, coletor plástico, etc.
Obs.: existem vários motores que não funcionam nada bem com kit de 3ª geração, neste caso optar por 5ª geração
somente motores 4 cilindros
motores 4, 5, 6 e 8 cilindros.
Sistema Gerenciado
não - regulagem fixa  
Gerenciador digital c/ motor de passo
digital com controle de tempo de injeção
Corta combustível na desaceleração - (Cut Off)  
sim
Variador de avanço fônico - maior potência
opcional VA
opcional
Variador de avanço MAP
 
opcional
Processador  
16bits
16bits 40mhz blindado
Aceleração rápida    
por sensor TPS
inteligente
Motores acima de 4000cc sim
Perda de potência média
25% (10% VA)
10% com VA
3% com VA
 
0 a 3%
Transição progressiva de combustível      
sim (2+2)
 
sim (1-2-3-4)
Aplicações de veículos
  BRC MY11
Veículos c/ Coletor de Fluxo variável
 
 
  
°
Veículos mais novos que 1996  
°
Motores 5, 6 e 8 cilindros
°
°
°
apenas 4 cilindros
°
Veículos carburados
°
         
Veículos c/ Câmbio automático
 °
Veículos flex  
°
°
Veículos Turbo
 
alguns modelos
alguns modelos
°
Veículos 1.0
°
°
°
°

 

Há algumas restrições com relação ao uso de sistemas de terceira geração em veículos mais modernos, especialmente flex. Normalmente o usuário pode perder a prerrogativa Flex, tendo de passar a utilizar apenas um tipo de combustível.
Além disto algumas medidas precisam ser adotadas, com relação ao abastecimento com combustível líquido.
No caso de kits aspirados, a solução é utilizar o simulador de sonda inteligente T66 ou o kit Tury REG que já possui o simulador incluso no módulo.
Já os sistemas de 5ª geração não utilizam simulador de sonda.

Aceleração rápida é um recurso que permite uma sensível melhora na resposta de retomadas, pois o Just G3 e o Sequent.são sensíveis a posição do pedal do acelerador.

Cut Off - Característica dos sistemas Just G3 e Sequent., que permite o total ou quase total fechamento do fornecimento de gás para o motor em momentos de desaceleração. (descidas com o carro engatado), o que produz uma economia de combustível de 20% em relação aos equipamentos que não possuem este recurso.

Transição progressiva de combustível é uma característica do kit de 5ª geração, pois ele é multiponto. Desta forma, quando o sistema muda de combustível líquido para o gás, o faz suavemente e não com um tranco, como é característico num sistema mono-alimentado.

Coletor de fluxo variável - presente em Marea 2.4 e 1.8; Audi 1.8.

Para funcionar com turbo, o sistema GNV aspirado (2ª ou 3ª geração) precisa de um dimensionamento do redutor, pois este funciona normalmente, com base na pressão atmosférica e no caso do turbo, a pressão tem de se a do sistema, do contrário, não funciona. Isto obriga a instalação de algumas mangueiras extras em pontos estratégicos, bem como a preparação do redutor e demais componentes para o uso do turbo.
Já com o sistema injetado (5ª geração), nada disto é necessário.

É claro que estamos falando aqui, exclusivamente sobre equipamentos. Mas uma conversão não é feita só de equipamento. Ela é um processo artesanal e a mão humana é uma ferramenta importantíssima. A GásPoint possui um padrão de trabalho que pode ser conhecido aqui .

 


Gás Point - FlashPoint Com. de Pneus, Autopeças e Serviços Ltda - direitos reservados - Fale conosco - Twitter